A digitalização da sociedade avança e  proporciona benefícios para os consumidores e para as empresas. Dentro do formato digital, seguir as principais tendências meramente com velocidade não é suficiente. Setores altamente digitalizados podem ter uma maturidade digital variável que impacta os resultados das empresas.

Transformar digitalmente uma companhia desburocratizando seus processos envolve vários desafios. O mercado pode se pulverizar, pode se concentrar e pode mudar de uma maneira muito mais impactante e significativa para os diferentes negócios.

Por quê?

Isso afeta porque companhias que estão no topo de sua maturidade digital apresentam desempenho superior e taxa de crescimento até cinco vezes maior diante da concorrência .

Por essas razões, e para avançar na questão da maturidade digital da sua companhia, precisamos entender exatamente ao que a gente se refere ao falar do tal “digital”.

Definindo o digital

O meio digital pode significar, sim, modelos de negócio  que traduzem novas formas de operar e novos modelos econômicos com uso de computador e de novas tecnologias. Esse setor pode incluir conectividade com a internet, o que agrega o engajamento em tempo real.

A transformação digital também pode envolver processos da sua empresa com foco na experiência do cliente, automação e agilidade. O digital também pode englobar o que se chama analytics, que é a melhor tomada de decisão com uma cultura de dados.

Essa digitalização só é efetiva quando as práticas de gestão alteram quatro alicerces fundamentais de uma empresa, que é a estratégia, as capacidades, a organização e a cultura.

Levando todos esses fatores em conta, a maturidade digital no Brasil pode apresentar pelo menos cinco estágios de crescimento. Elencamos eles abaixo.

  1. A sua empresa pode, sim, crescer mais rápido

O primeiro estágio da maturidade digital é a expansão do desempenho financeiro. As práticas tecnológicas cortam gastos, amplificam o fluxo de informações e tornam a operação mais enxuta e efetiva.

Seu desempenho melhora consideravelmente quando a sua atuação passa a ser global e não apenas no local, porque você passa a atuar como players internacionais. 

A referência passa a ser as boas práticas que existem além do próprio Brasil.

  1. Você diminui a corrida para se tornar líder do seu setor

Quanto mais a sua empresa aumentar a maturidade digital dos seus processos, amplia-se a curva  de ascendência na sua área de atuação.

Companhias líderes em seu campo de trabalho apresentam maior consistência nas práticas de gestão digital com menor variabilidade em cada prática.

Trata-se de uma digitalização padronizada, que permite um upgrade nos parâmetros da sua empresa.

  1. Quanto mais maturidade, menos ações digitais pontuais

Quem é líder no seu mercado, reconhece a natureza complementar das práticas digitais com o trabalho que já existia na sua companhia. A empresa passa a estudar melhor e com mais profundidade o seu campo de atuação.

Já as entidades com menor maturidade digital desenvolvem apenas práticas pontuais, de forma isolada. Dão apenas a impressão de inovação, enquanto não incorporam mudanças de gestão que realmente podem otimizar estruturalmente um negócio.

Quem está no topo da cadeia, usa recursos digitais para alavancar ferramentas e modelos mais sofisticados de trabalho.

O uso das novas tecnologias  requer até mesmo a aptidão para desenvolvê-los de forma interna nas corporações.

Em geral, empresas com mais maturidade digital também precisam de habilidade para interpretar esses recursos, gerando insights significativos para melhorar os resultados finais. 

Quanto mais se atingem os objetivos do empreendimento, mais se assegura o sucesso e a ampla implementação de iniciativas digitais, gerando um processo de transformação corporativo. Uma empresa digitalizada garante disseminação do conhecimento obtido com o modelo de teste e aprendizado.

Meios digitais também inserem a colaboração interna, que entende erros como grandes oportunidades de aprendizagem.

Já as empresas com menor maturidade digital, buscam práticas mais básicas ou pré-requisitos para iniciar uma transformação digital, nas quais elas se aproximam aos níveis de maturidade dos líderes digitais. A diferença é que fazem isso de maneira não apenas isolada como também de forma incipiente, do ponto de vista comparativo.

Empresas com práticas digitais pontuais buscam orientação externa com uso de soluções e parcerias para capacitação em digital e analytics na empresa. Seu trabalho ainda está na centralidade do cliente com aperfeiçoamento de pontos relevantes da interação digital.

São diferenças que mostram quem ainda está no começo do processo e quem já está em outro tipo de cultura empresarial.

  1. Há dificuldades até para grandes grandes players com tecnologia

Algumas práticas são desafiadoras mesmo para os líderes digitais. Isso permite que, dentro da competição, exista espaço para alcançar um destaque ainda maior.

A maturidade digital permite que você tenha um roadmap específico de iniciativas, priorizado e alinhado nos diferentes níveis da empresa, servindo de base para a estratégia de digital e analytics, Com isso, dados capturados estruturadamente e integrados via infraestrutura robusta como CDPs (Customer Data Platfoms), DMP (Data Management Platforms) e otimizadores integrados com bandos de dados fornecem uma visão ampla do seu negócio e do cliente.

Para executar bem essas iniciativas tecnológicas e superar obstáculos, sua corporação precisa de talentos identificados, capacitados e retidos na quantidade necessária. Eles precisam ser educados e preparados para um modelo de negócio mais digital e analítico.

Assim se desenvolve uma mentalidade baseada em dados com o desenvolvimento de uma rigorosa cultura de tomada de decisões objetivas em nível estratégico, tático e operacional nas áreas de negócio.

  1. Maturidade digital tem conexão com certos setores da economia

A maturidade e a velocidade de transformação digital das empresas possuem conexões com o setor da economia a que pertencem. Setores mais homogêneos, com maior concentração de líderes e menos empresas em estágios iniciais de maturidade, são mais imersos no novo tipo de organização e de comunicação.

Essa unidade surge da criação de um diferencial competitivo relevante para as empresas mais avançadas, levando as outras a se movimentarem no sentido de avançar em sua transformação digital. Uma companhia puxa a outra, criando um diferencial competitivo relevante que influencia as empresas mais avançadas em digital.

No Brasil, serviços financeiros, varejo, telecomunicações e de tecnologia em si despontam no universo digital. Eles são os setores mais afetados pelas mudanças de comportamento e pelas necessidades do cliente, bem como pela dinâmica competitiva.

Uma transformação digital eficaz requer uma estratégia capaz de aliar uma visão ambiciosa com mensuração clara dos resultados. Sem uma ação mais efetiva para obter dados com precisão, esse processo de incorporação tecnológica soa como apenas pontual.  

A maior parte das empresas possui apenas um plano em alto nível de iniciativas estratégicas. No caso de maturidade digital, os líderes que são realmente topo do mercado têm planos com cerca de 50 iniciativas ou casos de uso detalhados e priorizados, contando com diferentes planejamentos nesse segmento.

A chegada dos smartphones, o barateamento de alguns recursos tecnológicos e a melhoria dos aparelhos e computadores impulsionaram esses setores – que devem empurrar os demais. Diferentes áreas do trabalho podem evoluir, sim, a sua própria maturidade digital.

E dentro dos processos que utilizam internet e computadores, é necessário que a sua companhia esteja utilizando um programa efetivo de controle das chamadas Nota Fiscais eletrônicas (NFes).

Como a Arquivei pode te ajudar no implemento da digitalização

A plataforma Arquivei faz a gestão das suas notas fiscais de maneira digital. Você consulta, organiza e gerencia as atividades com as NFes de maneira segura, utilizando recursos da nuvem, na internet.

O banco de dados é conectado com a Secretaria da Fazenda e Planejamento, a Sefaz, para que você mantenha a situação da sua empresa regularizada com o Fisco.

Mais de 90 mil empresas utilizam a Arquivei, não importando o tamanho do negócio. É um sinal de uso dos recursos tecnológicos.

E de avanço na maturidade digital das corporações – como uma cultura.

Experimente o Arquivei e comece agora a digitalização de sua gestão fiscal.

Compartilhe nas redes sociais

Escrito por Arquivei

Uma empresa focada em se tornar o maior SaaS do Brasil, conectando todas as áreas que utilizam documentos fiscais de uma empresa em um só lugar. Trabalhamos com NFes, NFSes, CTes, MDFes, NFCes, CFe-SAT com integrações com SAP, TOTVS, Bling, Tiny e muitos outros ERPs para facilitar as rotinas das empresas brasileiras! Saiba mais sobre o autor