Onde E Como Baixar XML De NFCe | Arquivei
Imagem ilustrativa do post sobre como e onde baixar xml de NFCe
Publicado em

março, 2024

Escrito por

Liliane Teixeira

Onde E Como Baixar XML De NFCe

Aprenda como baixar XML de NFCe e onde encontrá-los para agilizar as rotinas do seu negócio e ter mais produtividade.

Contábil



NFCe

/*********Alteração para deixar a imagem dinamica*************************/ /**********************************/

As compras fazem parte do cotidiano, seja para alimentação, produtos de higiene pessoal, limpeza, vestuário ou outras variedades do dia a dia. 

As vendas no varejo apresentam grande movimentação na economia, e atende os consumidores finais, que adquirem produtos em pequenas quantidades, para suas necessidades diárias.

Dessa maneira, para que o estabelecimento comercial, mantenha a sua regularidade perante o fisco, é preciso atentar-se à emissão do documento fiscal obrigatório para acobertar as operações com consumidores finais. Utiliza-se, nesse caso, a NFCe.

Neste artigo, vamos abordar o que é o NFCe, a gestão desses documentos e como baixar o XML da NFCe. Continue a leitura e confira!

O que é o NFCe?

A nota fiscal no Brasil surgiu por volta de 1970, com a proposta de auxiliar no combate à sonegação e estabelecer um meio de controle fiscal. 

Desde sua implementação, o modelo de documento fiscal passou por várias alterações. Acompanhando inovações tecnológicas, trouxe melhoria e uma maneira de padronizar a emissão dos documentos fiscais, transformando-os em arquivos digitais.

Em 2005, instituiu-se o projeto da Nota Fiscal Eletrônica, com intuito de integrar o processo de controle fiscal, reduzir custos, burocracia e dentre outras vantagens, facilitar o cumprimento das obrigações tributárias e a inteiração entre contribuinte e o fisco.

A partir dessa implementação, as notas fiscais impressas em talões ou formulários com autorização pela secretaria da fazenda, tiveram substituição pela versão digital, com emissão e armazenamento eletrônico. Para cumprir a sua veracidade e validade jurídica, tem assinatura por meio do certificado digital do contribuinte e autorização pela secretaria da fazenda.

Nesse sentido, temos a NFCe, que substitui a nota fiscal de venda ao consumidor, modelo 2, e o cupom fiscal de emissão por ECF, e é utilizada na venda ao consumidor final. Ela serve para acobertar as operações comerciais nas vendas presenciais ou venda de entrega a domicílio em operações internas para consumidor final.

O que é e qual a relação entre o XML e DANFE NFCe?

Ao gerar o documento fiscal, temos o arquivo XML, que possui existência digital, e o Documento Auxiliar da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica – DANFE – NFCe, que apresenta a versão impressa. Os documentos são de disponibilidade do consumidor junto com a entrega da mercadoria.

A versão impressa da NFCe tem utilidade na conferência dos produtos e demais informações sobre o que foi adquirido e valores. Bem como serve para cobertura da operação comercial e até de garantias.

Por sua vez, o documento fiscal relativo à operação é o arquivo digital XML. O estabelecimento deve armazená-lo pelo prazo previsto na legislação, de 5 (cinco anos), e deve ter apresentação ao fisco quando solicitado.

Onde encontrar e como baixar o XML do NFCe?

Nas vendas aos consumidores finais, utiliza-se a NFCe modelo 65. O estabelecimento comercial realiza o preenchimento dos dados para emissão do documento através do sistema operacional interno. A assinatura ocorre por meio do certificado digital e, então, transmite para a secretaria da fazenda realizar a autorização. 

Dessa maneira, gera-se o arquivo XML e, como dito anteriormente, esse é o arquivo digital referente a Nota Fiscal de Consumidor NFCe. 

Para armazenar o XML, o ideal é que o estabelecimento comercial mantenha uma base de dados para gerenciamento dos arquivos, como uma maneira de backup, para a segurança e guarda dos arquivos, em atendimento à legislação tributária.

Para consulta de NFCe anteriores, é possível utilizar o QRCode. Também é possível através da consulta pública, indicando a chave de acesso da NFCe. O endereço para consulta pode ser obtido através do site, no qual consta o link para o ambiente de consulta em cada estado.

Fonte: http://nfce.encat.org/consumidor-nfce/danfe-nfce/

Para baixar o XML da NFCe, é necessário a chave de acesso e o certificado digital do participante do documento. No caso de utilização da consulta pública, o arquivo tem download por documento, ou seja, consultando cada um. 

Por outro lado, para baixar XML de NFCe em lote, é necessário contar com o apoio de um software específico para realizar a consulta automática e capturar o arquivo.

Usando a Arquivei

Se você é um empreendedor, contador ou profissional financeiro, sabe que lidar com documentos fiscais é parte essencial da rotina. Entre eles, a Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e) se destaca como um dos documentos fundamentais para o seu negócio. Mas, às vezes, encontrar o XML desse documento pode parecer um pouco complicado.

A Arquivei é uma plataforma que oferece uma gestão inteligente de documentos fiscais eletrônicos, trazendo praticidade e organização para as empresas.

Agora, você deve estar se perguntando: como a Arquivei pode me ajudar a encontrar o XML da NFC-e? É simples.

  • Conexão e Centralização: Ao conectar sua conta de emissor de NF-e à plataforma da Arquivei, todos os documentos fiscais eletrônicos emitidos ou recebidos ficam centralizados em um único local. Isso significa que você não precisa mais vasculhar pastas e e-mails para encontrar um único XML.
  • Busca Inteligente: A Arquivei possui um sistema de busca poderoso, que permite localizar rapidamente qualquer documento fiscal, seja por data, valor, CNPJ, entre outros parâmetros. Digite algumas informações chave e pronto, o XML da sua NFC-e estará na sua tela em questão de segundos.
  • Armazenamento seguro e confiável: A Arquivei armazena seus XMLs de forma segura na nuvem, garantindo acesso rápido e proteção contra perdas de dados.

Integração com outros Sistemas: A plataforma da Arquivei é altamente integrável, o que significa que você pode conectar facilmente seus sistemas de gestão financeira ou contábil para automatizar processos e ganhar ainda mais eficiência.

A importância da boa gestão de NFCe

Desde 2013, já foram emitidas mais de 114,02 bilhões de notas fiscais, sendo 60,32 milhões de NFCe em média.

A utilização da NFCe, trouxe várias vantagens para o contribuinte, como: 

  • a redução de custos com equipamento fiscal
  • possibilidade de uso de impressora comum para a impressão do documento
  • simplificação de obrigações acessórias com a dispensa de redução Z, leitura X
  • entre outras

Ainda, trouxe agilidade na comunicação entre o fisco e contribuinte, a possibilidade de integração nas plataformas de vendas digitais, já que o documento possui existência digital. 

A boa gestão de nota fiscal NFCe garante que o estabelecimento esteja cumprindo regularidade de suas obrigações tributárias, bem como, reflete ao consumidor confiabilidade para adquirir seus produtos e realizar as operações comerciais.

Garantindo uma boa gestão de NFCes

A gestão adequada de NFCes não se resume apenas a armazenar digitalmente esses documentos. Ela abrange aspectos como organização, acesso rápido e seguro, conformidade com a legislação fiscal e a capacidade de extrair insights valiosos dos dados contidos nas NFCes. Uma má gestão pode resultar em problemas fiscais, perda de tempo com a recuperação de informações e até mesmo multas por falta de conformidade.

No Arquivei você tem a possibilidade de armazenar com facilidade todas as notas que não podem ser obtidas por meio de consultas automáticas, além de todo o histórico de documentos, para ficar em conformidade com a lei que obriga as empresas a guardarem os XMLs das operações fiscais por cinco anos mais o ano vigente. 

Sincroniza Notas

A tarefa de importar manualmente cada NFCe pode ser trabalhosa e suscetível a erros. Por isso, o Arquivei oferece uma solução simples e eficaz com seu modo  “Sincroniza Notas”, que automatiza o processo de atualização das NFCes.

Com o modo de sincronização ativado, o Arquivei busca automaticamente por novas NFCes emitidas para o CNPJ da sua empresa. Isso elimina a necessidade de importação manual e garante que seus registros estejam sempre atualizados. Os seus dados fiscais são armazenados de forma segura na nuvem, protegendo suas informações contra perdas acidentais e garantindo que estejam disponíveis quando necessário.

Você pode personalizar a frequência com que deseja que a sincronização ocorra. Além disso, você pode monitorar o progresso da sincronização e receber notificações sobre qualquer problema que possa surgir.

Importação Manual

A importação manual de NFCes no Arquivei é um processo simples e intuitivo, permitindo que as empresas gerenciem seus documentos fiscais de forma eficiente. Você poderá importar facilmente suas NFCes para a plataforma, garantindo conformidade fiscal e organização adequada dos seus registros. 

Na plataforma, basta clicar em “Importar XMLs” e selecionar os arquivos XMl que deseja importar. Depois disso é com o Arquivei. Ele vai processá-los e mostrar um relatório da importação realizada, indicando possíveis notas com problemas e as notas armazenadas com sucesso.

Com uma solução simplificada para importar manualmente NFCes você poderá gerenciar suas notas de forma eficiente e manter sua documentação fiscal organizada.

Pular para a barra de ferramentas